terça-feira, 20 de setembro de 2011

Dia 5 - Último dia em Londres !


Nao sei se já comentei, mas meu qto de hotel nao tinha janela !! ;-D



Simplesmente pq era mais barato.
Nao lembro QUANTO MAIS BARATO, mas lembro q vi a diferenca, e achei q valia nao ter. E nao me arrependo!  Mas em Londres, onde o tempo nao e mto previsível era engracado nao saber como estava do lado de fora: calor, chuva, sol, nublado.. Frio.. etc


Na noite anterior dei uma olhada no wheather channel pra ver e dizia q o dia de hj seria frio e com chuva. Mas como no Brasil a gente nao pode confiar mto nessas previsões, coloquei um casaquinho por desencargo na bolsa (o q eu sempre faco!).


Qdo sai do Hotel, a Londres que eu sempre vi em sites, TV, e fotos estava ali diante de mim! Cinza, levemente fria, um ventinho acompanhado de chuva fina.. Quase a mesma descrição de  Sao Paulo.. Rsrs


O fato era: apesar de mtas recomendações, nao cabia um guarda chuva na mala! Claro! E chovia !



Nesses dias todos , eu tomei cafe no Costa Cafe, absolutamente colado no hotel . Alias, existem mtas redes desse tipo de Cafe / lanchonete por aqui: Nero Cafe, Eat., Pret-a-manger , etc..


Dps de tomar meu cafe ( um mocha, na verdade) segui para o sentido Waterloo.


Nessa viagem, principalmente aqui em Londres, tive que comprar alguns bilhetes antecipados e isso acontece com freqüência . Todos os países quase oferecem a possibilidade de comprar ticket  on line e evitar filas, evitar de nao ter mais vaga praquela atracão naquele dia, etc.


E dessa vez, nao foi diferente. Já comprei daqui do Brasil mesmo os seguintes bilhetes :


1 - heathrow express - Mais barato comprando antes.

2 - gatwick express - idem acima



3 - entrada do palácio de Buckingham , e esse com horario marcado , certinho pra entrar. E pro meu dia já nao tinha mais ingresso, qdo cheguei lá o pessoal nao tinha como entrar. Só os pre-order tickets.


4 - Windsor Castle, o q foi otimo! Primeiro pq evitei uma fila gigante e já entrei direto. Nao havia nem uma pessoa na minha frente e a fila virava o quarteirão (show!). E pela internet pude ver q tinha possibilidade de conhecer a Great Kitchen, o q foi super interessante e agregou demais ao passeio.


5- Open Air Theatre - Crazy for You . Qdo comprei já nao tinha mtos lugares vagos. E isso foi umas 3 semanas antes do dia agendado. Ou seja, alem de nunca saber desse espetáculo se nao tivesse pesquisado antes, ainda assim, nao teria ingresso certamente.



Uma coisa que eu sempre faco, qdo. é possivel e viável economicamente e: comprar um bom lugar. Nao adianta comprar um lugar horrível, com visão parcial. Cuidado pq existem mtos tickets com preços mto bons, mas mto mais baratos, e que dizem que tem parcial view ou visão com obstáculo .


Nesse caso do Open Air paguei o ingresso mais caro , de 40 e poucas libras pq nao achei absurdo e a diferenca era pequena com relação ao segundo melhor. E meu lugar era otimo!!! De frente , bem No centro, vendo tudo tudo tudo do palco.


Claro q qdo o melhor e mto caro, vamos pra outras opções!


6 - Clarence House - comprei tb esse ingresso que seria para hoje, pela manha. Comprei o primeiro horario , q era 10:30. Achei tarde qdo comprei, ainda mais pro ultimo dia. Mas achei melhor do que comprar pra mais tarde.


Essa e um outro ponto que eu acho importante:  ao comprar esses tickets antes, sempre prefiro comprar o primeiro horario. Assim, acordo e lá vou eu.. E nao tenho q voltar ou me controlar o resto do dia com medo de perder a entrada.


Mass ainda assim, volta e meia, mais do que gostaria, um ou outro ticket acaba se perdendo.

Foi o caso desse ticket do Clarence House.


Como era o ultimo dia, e como era as 10:30, me programei de acordar o mais cedo possivel e fazer algo antes. Tinha 2 opções: passear na London Eye, pq era perto, e era algo que eu gostaria de fazer, mas que foi descartado em funcao da chuva e do tempo fechado .


A outra opcao era ir ate St. Paul cathedral..



Achei que chegando na catedral as 9 da manhã daria tempo de ver tudo em 1 hora e voltar (de metro) pra Clarence House.



Só q realmente, a Catedral e enorme, e ainda tem a possibilidade de subir 500 e tantos degraus e chegar ao topo, a 85 metros de altura. E como me custou tb 14 libras, se nao me engano, era bom eu aproveitar o q tinha por ali.


A verdade e q ate daria pra fazer em 1hora, mas o tal do Áudio Guide deles enche uma lingüiça eterna!!! E como o povo fala... E vc nunca sabe se tera algo relevante ou nao mais pra frente e vai ouvindo (e o tempo passando...) Chatinho!


Dps lá fui eu subir os 500 degraus. Os 200 primeiros Sao ok pq a escada e larga, de madeira, degraus baixinhos . Essa leva ate a Whispering Room que e super bacana! E a vista de cima,  da nave da catedral, bem proximo da cúpula! E uma visão incrivel da parte de baixo.


As outras vistas sao bacanas, mas e vista de fora, da parte externa, e o ultimo lance esta a 85m do chão e tem uma vista legal. Claro q como estava chovendo e sempre enjoadinho.. Mas como nao ia andar na London Eye , achei q aquela vista ali estava de bom tamanho.. Rs


Enfim, qdo. Acabou a visita a catedral eu já tinha perdido a entrada da Clarence House!! Ate pensei em ir ate lá e tentar entrar em outro horario, mas achei q perder tempo com isso era realmente perder tempo, já q a maioria dos tickets nao e reembolsável.


Como já estava numa estação de metro suuper favorável (e ainda chovia e eu ainda nao tinha guarda chuva , nao pq nao quisesse mas pq nao tinha nenhum lugar no caminho pra comprar e dentro do Shop da cathedral a sombrinha custava a bagatela de 18 libras ), fui para Notting Hill.



Claro que eatava longe de ser o clima que eu gostaria de conhecer esse bairro e a Portobello Road, com seu famoso portobello Market. O ideal e vir no sabado, e sem chuva. Mas era isso ou nao vir ou vir e ficar emburrada lamentando ou vir feliz e contente ( foi essa a minha escolha)!




Ao sair do metro tem logo uma plaquinha dizendo pra onde fica a Portobello Road. E super simples. Basicamente, vira a direita asssin q sai do metro (na saida portobello) e vira na primeira esquerda, onde ja tem umas lojinhas que vendem roupas vintage.


Comprei uma sombrinha bem turística assim q sai do metro com o classico I love London. Afinal, ninguem acha que sou inglesa, pelo sotaque, pela aparência e tudo mais.



De qq forma, foi otimo ir ate lá. Uma gracinha, cheio de charme, e cheio de lojinhas. Realmente deve ser ouuutra coisa com aquilo cheio e num clima melhor, mas ta ok!


Claro q a cidade e famosa pelo filme. Mas confesso q nao cheguei a pesquisar nada de endereco, nem da casa do personagem do Hugh Grant nem da livraria.


Mas ai, sai da Portobello Road procurando um lugar menos turista pra almocar, entrei numa rua fofa. Vi um cafe cheio, com pessoas locais e resolvi entrar pra comer ( já era hora do almoco!).

Sentei bem perto da janelinha e qdo olhei pro outro lado da rua, vi una livraria. E azul. E travel books. Tem um tempo q nao vejo o filme, mas aquilo e parecia parecido demaiiis .


Fiquei olhando ... Era coincidência demais sentar exatamente em frente a livraria!  Na duvida, tirei foto pq no fundo tinha quase certeza que era ela mesmo! Pena q estava fechada. Qdo cheguei no hotel confirmei q era ela mesma! Super fofa! ;)



Voltei de metro ate a estação do Hyde Park. Essa era a região que faltava conhecer.


Passeei pelo Park sem pressa e desci ate o Albert Memorial, e dps ate o Science Museum.



Confesso q eatava doida para ir ao Science Museum. Pelas descrições que vi nos guias achei q era um lugar otimo. Mas sinceramente?! Achei ruim! Mtooooo cheio!!! Mta criança! Mtos pais atras de criança! Mta excursão de colégio! Mto japonês ! Enfim.. Mto de tudo!!


Ok... Nao foi só isso. As explicações para a maioria das coisas tinha q ser lida. E convenhamos que entender o funcionamento de átomos, moléculas, criacao de estrelas, desenvolvimento de foguetes, descoberta da energia elétrica e funncionamento do cerebro e do corpo humano, da atmosfera na base da leitura e EM Inglês (!!!!!!) nao era a tarefa mais legal de todos os tempos. E somado aos caos, virou o verdadeiro Hell.



Sai, atravessei a rua e fui para o Victoria and Albert Museum. Mtoo mais tranquilo. Vi as estatuas de Rodin, que particularmente eu gosto, dei uma volta rápida sem mto interesse em tanta coisa e já cansanda e dps do trauma do museu anterior.. E fui aproveitar o fim da tarde fazendo algo menos cult e mais feminino.


Andei umas 3 ou 4 quadras pra cima e cheguei a Harrods!





Gente, o que e A loja!? E enorme! Ok, nos EUA tem coisa parecida, mas e realmente Gigante!! E toda separada, nao e um grande andar.. Tem paredes e portinhas separando uma "ala" da outra. Achei confuso e confesso q nao sou das mais animadas com essas super lojas. Mas subi, andei, conheci os andares, etc.


O que amei foi o Pet Kingdom! Uma area grande so para os pets! Casas de cachorro de 300 libras , uma espécie de candy store com guloseimas tipo pipoca, cupcake, chocolate e milhoes de coisas! Fato q comprei imas coisinhas pros meus filhos!



Sai da Harrods e dei uma volta pela rua em torno e peguei o metro novamente . Esse foi um dia cheio de metro, pelas distâncias e pela chuva!! Não esqueçam que comprei o Oyster no começo da viagem, então , fazia recargas de 5 libras cada vez que precisava.


Fui para Picadilly Circus.


E dali meu alvo era chegar na tão recomendada Primark, loja de roupas com coisas baratas.

A Primark fica na Oxford st. Bem pro final, numero 499!



Lembra q disse no post anterior q do British Museum da pra ir ate a Oxford ? Ok! Mas e do outrooo lado. Tem que andar ate o fim dela, colado no Park.


E na esquina com a Park street.


Eu nao tinha ideia do que seria. Duas pessoas me falaram dela e meio que me obriguei a ver com meus próprios olhos.


Qdo cheguei, o caos!!!!!! Loja entupida! Lotada mesmo! Mulheres com mil sacolas, coisas na mao, parecia que era o ultimo dia de compras d sociedade contemporânea nesse século!

Visualizou!!?


Entrei com calma e boa vontade e só entre com esse espirito. Sem stress , afobação , desespero. De estiver fora desse clima ou respira e entra ou nao entra. Serio ! Rs


Resultado: depois de 2horas lá dentro, de fuçar mto, e experimentar a roupa nos espelhos no meio da loja  pq a fila do provador era algo abusivoo, comprei :


3 blusas dignas de maria filo ou leeloo. Uma por 4 libras, outra por 10 libras ( o que e uma peca carissa lá dentro!), uma de 8 libras,  Uma blusa tipo casaquinho de manha comprida por 8 libras. Uma fofura!,  Um pijama tipo de macacão por 5 libras,   Uma sapatilha dourada por 12 libras! , Uma flor de colocar na roupa, tipo broche, de 1 única libra. 7 pares de meias por uma única libra. 1 conjunto de calca e blusa de dormir, por 10 libras.



Mas o fato e que tem mta coisa ainda Muita barata. E eu poderia ter comprado variações do mesmo tema, tipo cores da mesma blusa, meias, sapatos etc.


Mas a minha mala e de mao, lembram?! E nao sou o tipo q compra so por preco, sem saber se vou usar. Nao tenho nenhuma duvida q usarei tudo e mto! (E hoje, 1 mês dps da compra, a sapatilha continua perfeita e já foi mto usada, as blusas já foram lavadas, e continuam em Perfeito estado!!!!)


Acabada a sessão compras, já era pra lá de 19:00.


Ainda dei mais uma voltinha pela Oxford. Mas dps da Primark tudo se torna extorsivamente caro! Ahahahah


Fiz um lanche no Nero Cafe e peguei o metro da Oxford para a Lamberth North, q e a estação do hotel.


Ai, foi enfiar tudo dentro da mala com mto carinho e rezar pra caber. E coube!!!!!



Amanha e dia de ir pra Croácia. Já fiz o check in on line e lá vou eu!





Beijos,
Carol

P.S.: Lembrando que todas as imagens de todos os posts dessa viagem são de Iphone...

Um comentário:

  1. Tô adorando os relatos!
    Qual o app que vc usa para fazer essa montagem de fotos no iphone?
    Bjs

    ResponderExcluir